Este blog é dedicado a todas as pessoas que fazem parte da minha vida e que de alguma forma deixam a sua marca.
Imagens do Meu dia


Acordo para a minha jornada
vivendo intensamente cada segundo
Levanto-me pela alvorada
Acordo para o mundo

No dia-a-dia da minha vida
percorro caminhos remotos
Vou sarando a minha ferida
Vou escrevendo os meus contos

As imagens do meu dia
marcam toda a minha mente
percorri estradas de lã macia
no asfalto ardente

O cheiro da terra molhada
a chuva a cair na minha face
o suor escorrendo pela pele corada
não foi algo que planeasse

Passei por entre ruínas
casas devolutas e vazias
Vi o que nem imaginas,
Vi tristezas e alegrias

No campo verdejante
apreciei laranjeiras em flor,
Percebi como é brilhante
A luz irradiada pelo alvor

Termino o meu dia cansada, mas feliz!
Satisfeita por chegar ao fim,
Pois a mim ninguém me diz
que o amanhã será assim...



13-04-2009

4 comentários:

CANTO EN FLOR disse...

El mañana si nos llega, será una nueva oportunidad, gracias por tu poema!
Un abrazo!

Leo Mandoki, Jr. disse...

são poemas assim que te ocorrem durante as insónias? é pq esse poema pasou mais uma imagem de ter sido inspirado pelas manhãs e não pelas noites

Ana Patrícia disse...

Caro Leo, o facto de me inspirar nas noites de insónia não quer dizer que fale apenas das insónias. Aliás, é nas noites de insónias que se recapitulam os dias...

B&V disse...

adorei seu poema
e adorei aqui tbm
beijao