Este blog é dedicado a todas as pessoas que fazem parte da minha vida e que de alguma forma deixam a sua marca.
O nosso caminho
Entraste na minha vida,
E sem me aperceber deixei.
Foste sarando a minha ferida
E abriste outra quando me apaixonei...

Entraste de mansinho
Como se o soalho fosse ruidoso.
Entraste e com o teu carinho,
Traçaste um caminho tumultuoso.

Um caminho arriscado e sinuoso
que nos conduzirá ao nosso destino.
Um caminho às vezes perigoso
Mas que não percorres sozinho.

O nosso caminho é apenas um meio
de alcançarmos finalmente a felicidade...
Um dia essa será plena, é o que anseio.
Caso contrário... ficará a saudade.


Ana Jorge

7 comentários:

Casa da Poesia disse...

Olá...

Aqui uma prosa poética muito bem escrita.
Parabéns pelo blog.
Fica um convite para que visite a Casa da Poesia... www.casadapoesia.ning.com, e se tiver interesse, cadastre-se lá. Será uma honra recebê-la.
Abraços*

Renato Baptista

Miguel disse...

Mais um belo momento, um misto de palavras e sentimentos que em tão pouco dizem muito. Adorei. Parabéns.

Sam Seaborn disse...

Palavras puras e calorosas.

Eduardo Santos disse...

Olá amiga. Não ligando muito a Fernando Pessoa ( o poeta é um fingidor)estou convicto de que o poema é sentido e por isso tem o direito a realizar o seu desejo, se for esse o caminho. É um prazer cada visita a este cantinho, boa sorte.

Alexis disse...

estava a visitar e não poderia deixar de fazer um comentário.
Está interessante, bem estruturado e belo! Parabéns.

entremares disse...

Tens razão... como adivinhar o futuro?

Acreditamos, lutamos, sonhamos. Desejamos sempre mais e mais.
Nem todos os caminhos são paralelos.

Desejo que 2010 seja tudo isso que anseias...

Rolando

Mari Amorim disse...

Olá Ana Patricia.
que belo!
Boas energias
Mari