Este blog é dedicado a todas as pessoas que fazem parte da minha vida e que de alguma forma deixam a sua marca.
Caminhos de vidro


Percorro caminhos de vidro
Que quebram à minha passagem
Arrisco tudo quanto aspiro
Enfrento a vida com coragem...

Percorro caminhos instáveis
Que me transformam e motivam
Caminhos tumultuosos e questionáveis
Instigam comportamentos que o justificam

No trilho da minha vida
Deparo-me com sentimentos e emoções contraditórias
Preparo-me para cada possível recaída
Instigo a minha alma a aceitar as vitórias

Cumpro o meu percurso de coração aberto
Recorro a sentimentos e emoções
Na busca do que estará correcto
Ou no que me trará novas e deleitosas sensações

Sem medo de me ferir e cortar...
Continuo a percorrer o caminho de vidro...
Apenas quero poder continuar
A caminhar e arriscar contigo...


Ana Jorge

3 comentários:

ParadoXos disse...

"Caminhos tumultuosos e questionáveis
Instigam comportamentos que o justificam"


que estes caminhos te tragam novas caminhadas!!

beijo

Miguel disse...

Simplesmente... adorei. Reflecte a vida como todos a deveriam enfrentar, seguindo o caminho das emoções, arriscando, apesar das pedras que vão surgindo no caminho. Quem vive com medo de ferir-se, fugindo à dor e ao sofrimento, escondendo-se, provávelmente não irá sofrer, mas certamente também não viverá.

Tentativas Poemáticas disse...

Cara amiga Ana
Venho desejar-lhe os melhores votos de SANTO NATAL e um óptimo 2010, sobretudo com aquilo que sempre considerei mais importante: a SAÚDE.
Beijinhos com ternura

António Pais

--
http://antoniopais1.blogspot.com
http://contosdaguerracolonial.blogspot.com